Cofidis patrocina Campeonato do Mundo de Paraciclismo
A competição decorre em Cascais entre os dias 9 e 13 de junho.
02.06.2021

Cofidis patrocina Campeonato do Mundo de Paraciclismo

A Cofidis apoia o ciclismo desde 1997 - e recentemente renovou esse apoio até 2025 - , vai patrocinar o Campeonato do Mundo de Paraciclismo de Estrada, que decorre de 9 a 13 de junho, no circuito Estoril-Cascais e é organizado pela Federação Portuguesa de Ciclismo.

A competição vai permitir aos atletas mais um momento de preparação para os Jogos Paralímpicos, que se vão realizar entre agosto e setembro deste ano, em Tóquio. Com o objetivo de estimular o interesse pelo desporto inclusivo e de reforçar o seu compromisso com a inclusão, a Cofidis alia-se a esta competição com o intuito de reforçar o apoio ao ciclismo adaptado em Portugal e de promover o desporto junto de todos, em particular das pessoas com deficiência. “A Cofidis apoia o paraciclismo desde os anos 90 e em 2009 criou mesmo uma equipa de paratletas, no seio da equipa profissional. Desde então, tem procurado mudar a forma como, muitas vezes, ainda se olha para os paratletas, que são atletas que se destacam não só pela sua qualificação técnica, mas também pela sua conduta. A realização deste evento contribuirá para destacar a modalidade ao mais alto nível competitivo e reforçar, uma vez mais a nossa aposta nestes atletas”, sublinha Maria Silva, Diretora de Marca e Sustentabilidade da Cofidis.

A par do patrocínio, a Cofidis tem quatro atletas da equipa do Grupo Cofidis que ocupam lugares de destaque no ranking UCI a representar a seleção Francesa na prova:  Katell Alençon, atleta feminina que ocupa o primeiro lugar na sua categoria, e os atletas masculinos Mathieu Bosredon, Florian Bouziani e David Calmon, 3º, 6º e 15º classificados, respetivamente, no World Ranking UCI 2021.

Em 2010, a equipa Cofidis fundou a primeira unidade de paraciclismo dentro de uma equipa profissional da modalidade. Esta secção permitiu identificar os atletas, de alto nível, com deficiência, que atuam na categoria amadora, com poucos recursos técnicos e financeiros, e que permanecem desconhecidos do público em geral, possibilitando a prática da modalidade ao mais alto nível e nas melhores condições possíveis.

Além disso, os paratletas participam nos mesmos treinos da equipa de estrada e seguem os mesmos programas que os seus colegas profissionais, criando impacto e um clima de admiração e reconhecimento mútuos, um dos pontos essenciais para a integração e para o sucesso da inclusão.

A prova vai realizar-se no Circuito Estoril, numa edição especial dos Mundiais, uma vez que, em 2020, a competição foi adiada devido à pandemia. Recorde-se que Portugal preparava-se para receber o Campeonato do Mundo em agosto de 2021, mas a passagem dos Jogos Paralímpicos para este ano obrigou a uma alteração de planos.

Além do patrocínio até 2025 e o apoio ao paraciclismo a Cofidis anunciou ainda a formação de uma equipa feminina de ciclismoEsta será a primeira equipa feminina da Cofidis, que terá ao dispor um orçamento de um milhão de euros por ano, de forma a incentivar o espírito competitivo.